Conheça as Principais Dicas para Mudar de Carreira

Mudança de Carreira - Fabiano Barcellos

De acordo com dados IBGE 2016, mais de 62% das pessoas empregadas estão desgostosas com seu trabalho/carreira e apenas 32% dessas tentam alguma coisa. Por que isso acontece? E por que tão poucos, mesmos insatisfeitos, tentam mudar?

Para falar de mudança antes temos que falar de pontos que fazem uma pessoa querer mudar. Vou elencar 3 principais aqui de acordo com minha experiência profissional.

Salário

O salário é disparado o maior motivo de insatisfação e aí ele pode ser um real problema ou uma insatisfação sem fundamento já que, alguma das vezes, o funcionário não merece mesmo.

O salário em um emprego é em sua maioria das vezes fixo o que leva a todos trabalharem como padrão, trabalha muito ganha igual a quem enrola e isso não remete a meritocracia o que gera insatisfação em ambos os lados.

Não trabalho por que ganho mal e trabalho pra caramba e ganho igual a ele.

Chefes e Colegas de trabalho

O ambiente de trabalho pesado faz com que a pessoa já chegue querendo ir embora e a única coisa que a segura ali é o salário que nem é tão bom assim, mas pelo menos tenho um.

Isso leva tempo para chegar a ser o motivo de uma demissão e normalmente leva a vida toda insatisfeito.

Distância do Trabalho e Não gosta do que faz

Nesse caso irei explicar ambas juntas pela por conta da relação que existe em ambas.

A partir desses pontos, 62% dos empregados chegam a pensar em mudar, mas por que apenas 32% fazem algo?

A resposta está no MEDO! Exatamente… medo de perder a estabilidade, medo de investir, medo de não dar conta, medo, medo, medo e medo. Essa é a grande razão do brasileiro não ir pra frente!

Mas pois bem… vamos falar dos 32% que tentam algo e aí chegamos a “tentativa de mudar de carreira”.

Muitos pecam em não saber o que querem e atiram para qualquer lado. Outros pecam em não investir o suficiente encarar como plano “z” mesmo e alguns investem e se dedicam, mas não pelo tempo suficiente que pode ser por falta de planejamento.

Uma pequena parcela tenta realmente se dedicar e aí iniciamos os pontos fundamentais para isso:

Planejamento Financeiro

Ter um planejamento financeiro para a mudança que pode ser gradual ou radical. A gradual em algo que você possa fazer em paralelo a sua carreira/emprego onde existe uma segurança financeira vindo do emprego para sua vida particular claro e jamais misture PF com PJ.

A radical vem quando você já tem um planejamento financeiro para conseguir iniciar algo diferente!

Nicho que quer atuar

Após o lado financeiro é sempre importante saber em que nicho você quer atuar, se você não sabe, é importante rodar ou conversar com pessoas das áreas interessadas para melhor saber sobre cada uma delas.

Conheça pessoas de Sucesso na Área

Sabendo o nicho ou área, o próximo passo seria conhecer pessoas com sucesso na área, visitar ambientes dessa ideia, livros dessa área etc. Jamais comece um negócio sem ter um caminho para seguir mentores ou professores.

O grande aprendizado, na maioria das vezes vem com a prática, porém ter um caminho desenhado para seguir é sempre importante.

Observação: Se sua intensão for fazer nova faculdade para nova profissão, antes disso, visite áreas dessa nova carreira e converse com pessoas da área! Importante para não ficar pulando de faculdade em faculdade!

Com essas ações realizadas, financeiro em dia, planejamento e direção alinhada, nicho escolhido… o resto é ação e atitude para fazer dar certo pelo tempo que isso levar!

Por isso… menos de 5% desses 32% que tentam algo, conseguem êxito!

Em qual percentual você deseja estar?! Deixe seu comentário

Faça parte da nossa Newsletter